MR. DARCY’S OBSESSION, Abigail Reynolds

Mais um da Abigail Reynolds, que comprei no http://www.amazon.co.uk/s/ref=nb_sb_ss_i_0_12?url=search-alias%3Daps&field-keywords=mr+darcy%27s+obsession&x=0&y=0&sprefix=mr+darcy%27s+o%2Caps%2C372

Enquanto ela escrever continuações e/ou variações, terei sempre um comentário. Ela é uma das minhas autoras favoritas, no que concerne à Jane Austen e a histórias similares.

Aqui vão alguma linhas sobre o que podem encontrar na obra, para aguçar o apetite. Giro é tentarem ver quem diz  quê e quando. 😉

There are some losses, I suppose, that one never forgets.”

It was reassuring t know he had a trace of self-control left.”

My duty to them.”

disliked you? Of course not. (…)”

Could it possible be that had cared for him, had in fact wanted to kiss her?”

Though it mystifies me.”

And you will not deny me?”

And I feared my family would create a scene!

Neste, há coisas que acho piada. Outras que nem tanto, mas não deixa de ser engraçado ler uma variação do O&P.

 “Only a man with an excellent sense of humor would choose to marry me,” Elizabeth said with a knowing smile.”

 É assim que quase acaba o livro. E de quem é que ela fala, de quem? Do nosso queridíssimo Mr. Darcy, claro! Desde o início da obra, a obsessão dele, por ela, é tanta que ele muda a sua maneira de ser. Quer dizer, por ela e por aquilo que o Mr. Bingley diz – finalmente alguém sem medo de ralhar com ele, para além da Lizzy.

Nesta obra, há coisas que diferem da original: o Mr. Bingley, a Miss Darcy e a Miss Bennet têm personalidades bem mais vincadas; não aparece a chata de Miss Bingley. (Thank God for that!); há a inclusão das personagens do Charlie e da Mary e um grupo de familiares do William, meio que estranhos. As duas famílias principais passam a ter mais em comum do que se pensaria em primeiro lugar e devido a isso creio que não seria mau de todo se houvesse uma continuidade a essa mesma obra. Para mim, ficou a faltar o reencontro da Georgiana com o filho e a vida da Mary como “prima” do Darcy. Acho que dava uma continuação gira.

De resto, tem tudo o que a outra tem (e não tem nada a haver com a Cornélia – ;). Tem comentários irónicos, comentários espertinhos, um tu-para-cá e um tu-para-lá muito divertido, uns mal entendidos bem conseguidos (à custa de mais um pedido de casamento desastroso do Darcy) e uns toques de desejo carnal muito subtis mas que acabam por envolver as personagens em situações de verdadeiro amor e carinho. Aliás, nesta obra, o carácter sexual entre as personagens sente-se mas não se lê, o que não deixa de ser uma “lufada de ar fresco”.

É uma variação com poucos twists mas com algumas diferenças da original que podem nos colocar à prova, não só pelos conhecimentos que temos da original mas como também até que ponto é que nos deixamos ir na corrente das variações.

Advertisements

Leave a comment

Filed under JaneAusten's

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s