TREADING WATER, Marie Force

Foi uma descoberta única. Não estava mesmo nada à espera que a história seguisse o rumo que tomou, nem que as personagens vivessem o tipo de história que viveram. Mas foi muito bom. Novos rumos ao rumo escolhido. É uma espécie de “E se?” e eu gosto demais desse tipo de situação. Que faria eu se… que faria eu se fosse homem (Jack) e se a minha esposa (Clare) tivesse um acidente duvidoso? Que faria eu com filhas crescidas e uma mulher em coma? Que faria eu se, nesse entretanto, conhecesse outra pessoa (Andi) e me apaixonasse e começasse uma vida com ela? Que faria eu quando, novamente, o destino me pregasse uma partida e tudo resurge do nada e torna tudo diferente do agora pacato? E se? Pois, é o que a Marie nos faz pensar.

Numa estrutura bem conseguida, com persongens fieis à sua própria caracterização, vamos entrar na vida desta família e vamos descortinar, em todas elas, um pessoa que nós conhecemos na realidade. Tem persongens para todos os gostos e feitios e, ainda, para satisfazer a curiosidade e os “e ses” de muita gente. Desde a criança, passando pela teenager, e chegando à adulta, o que não faltam são situações bem descritas e bem narradas, situações plausíveis e tocantes.

Tudo se desenrola a partir de um acidente. Tudo de move à volta de uma doente e do seu marido. A vida continua, mas o que acontece quando estamos em coma? Será que acordamos? O que fazer depois de tanto tempo à espera? O certo é que, para os que não estão em coma, a vida passa: o rio continua a correr debaixo da ponte mesmo se não o vemos passar.

O desfecho, é muito interessante e faz-nos pensar no que temos por garantido na nossa vida. È necessário ver que nem sempre o que é comum é o melhor para nós; que nem sempre o que escolhemos é o certo. Com a leitura deste livro, ganhamos perspectivas de vida. É um must!

Leiam-no com muita atenção, pois valerá muito, mas muito a pena!

Marie Force tornou-se, rapidamente, numa das minhas autoras favoritas!

I woke up today with three kids, and now I have six. (…) I had one, and now I have six.”

Advertisements

Leave a comment

Filed under My word..., On my devices

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s